Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território Bacia do Jacuípe

Pé de Serra

Cidade de Pé de Serra

Gentílico: pé-de-serrense

População (IBGE/2010): 13.752

PIB Per Capita: (IBGE/2014): 6.216,39

Área Territorial: 596,77 km²

Prefeito: Antônio Joilson Carneiro Rios (DEM)

Vice-Prefeito: Carlos Alberto Rios (PMDB)

Site: http://www.pedeserra.ba.gov.br/

Facebook: Clique aqui para acessar o facebook de Pé de Serra

Histórico

Conta-se que por volta de 1745, três irmãos portugueses explorando uma vasta região em busca de terras férteis, acamparam próximo a Riachão do Jacuípe, na época, uma fazenda de gado. Certa vez continuando o trabalho exploratório, levaram consigo uma cadela que se perdeu, reaparecendo dias depois no acampamento. Deram a ela água e comida, surpreendendo a todos, a cadela comeu o alimento oferecido, mas não bebeu a água embora fosse tempo de seca.

Desconfiados, passaram a observá-la e algum tempo depois perceberam a cadela entrar em uma moita de gravatá e sair toda molhada. Dessa forma, foi descoberto um poço minadouro que deram o nome de Brejo do Pé de Serra (daí veio o nome Pé de Serra).

Só em 19 de março de 1985 a localidade foi elevada à categoria de município através da Lei nº 4.411, denominando-se então oficialmente de Pé de Serra.

Localização e Geografia

Pé de Serra está localizado geograficamente no sertão baiano, na divisa com a Chapada Diamantina, distante 227 km da capital baiana. Tendo como limítrofes os municípios de Riachão do Jacuípe, Ipirá, Nova Fátima, Capela do Alto Alegre e Pintadas.

O clima da cidade é o tropical semiárido, com temperaturas acima de 30 graus centígrados e seu índice pluviométrico é de cerca de 600 mm anuais, concentrados principalmente nos meses de dezembro a fevereiro. O município está inserido no denominado “Polígono das Secas”, por isso sofre constantemente longos períodos de estiagem ou escassez de chuvas.

Pé de Serra é cortado pelo Rio Sacraiú e por vários riachos e córregos, além desses possui açudes e represas, a maioria particular. É notável também a presença de minadouros, denominados brejos, dentre os mais conhecidos estão o Brejo do Pé de Serra, que deu origem a cidade, e o Brejo da Magra, que serve a população de várias regiões do município, especialmente em épocas de seca.

A vegetação predominante é a caatinga, apresentando arbustos espinhosos a exemplo do mandacaru, xique-xique, palma dentro outros.

Principais Atividades Econômicas

Dentre as atividades econômicas do município destacam-se a agricultura e a pecuária. Na agricultura é cultivado o sisal, o feijão, o milho e a mandioca, além de legumes e verduras. Na pecuária, a criação de bovinos, ovinos, suínos e caprinos, além dos rebanhos de equinos, asininos e muares. No município há também algumas granjas, onde os frangos são comercializados na região. A pecuária leiteira também contribui para o desenvolvimento de fabricos (laticínios) que produzem desde o tradicional requeijão até queijo e o iogurte.

No ramo industrial, destacam-se as padarias, confeitarias e fábrica de calçados. Além disso, a Prefeitura e o INSS são os principais responsáveis pela injeção de recursos na economia do município, de um lado os servidores públicos municipais e do outro os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional da Seguridade Social.

Manifestações Populares e Culturais

Algumas tradições são mantidas no município, como a Festa de Vaqueiros e Fazendeiros realizada no mês de janeiro; o Aniversário da Cidade comemorado em março; a Celebração da Semana Santa com a subida na Serra do Leão na Sexta-feira da Paixão e a queima do Judas no Sábado de Aleluia, nessa época também é realizada a Micareta conhecida como “Pascareta”; a confecção de tapetes nas ruas do centro da cidade no dia de Corpus Christi; os festejos juninos que atrai turistas e visitantes de todo país; e a comemoração da Independência do Brasil que acontece em setembro.

Na cultura pé-de-serrense também se destaca a Orquestra Filarmônica Associação Comunitária e Musical Lira 6 de Agosto.

Potenciais Turísticos

A Igreja Matriz, o Brejo do Pé de Serra e uma pequena capela situada no Monte Belo são considerados monumentos da cidade e recebem muitos visitantes durante todo o ano.

MUNICÍPIOS CONSORCIADOS

CONTATOS

Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território Bacia do Jacuípe

Praça Joaquim Machado, 216 A, Centro, 44645-000, Capela do Alto Alegre - BA

(75) 3690 - 2229 / (75) 98146 - 6493

ascom@consorciojacuipe.ba.gov.br

OUTRAS NOTÍCIAS

Copyright 2018 - Todos os direitos reservados.
Nobili - Desenvolvimento Web & Comunicação